Habilidade Premium

Melhor preço!

Semestral

R$ 0

/mês
  • 6 meses de acesso ilimitado
  • Diversos cursos
  • Conteudo exclusivo
  • Material didático
  • Grupo para dúvidas
Assine Agora!

Bimestral

R$ 0

/mês
  • 3 mes de acesso ilimitado
  • Diversos cursos
  • Conteudo exclusivo
  • Material didático
  • Grupo para dúvidas
Assine Agora!

Corte Humanizado no Photoshop Passo a passo para se fazer um corte conceitual com texturas no Photoshop

Nessa habilidade faremos um corte no Photoshop, a partir de uma base desenvolvida no Sketchup ou AutoCAD. A ideia é produzir um corte "humanizado", que traz mais "vida" para o desenho técnico, além de evidenciar aspectos que cortes normais não oferecem, como texturas, luz, etc.

Para produzir o corte precisaremos abrir o desenho técnico no Photoshop, que servirá como guia para o uso de preenchimentos e figuras. Para representar as paredes e lajes em cortes, utilizaremos o preenchimento sólido com a cor preta, com o paint bucket ou atalho ALT+DEL. Para representar os revestimentos das paredes, importaremos texturas, e ajustaremos caso não sejam tileable ou seamless, com o clone stamp (carimbo) ou o spot healing tool.

Para inserir as figuras humanas, buscaremos imagens já recortadas. Um truque é procurar na internet pelos termos png ou cutout pra que possamos encontrar imagens que já foram previamente tratadas, e foram salvas com fundo transparente. Assim, economizamos um bom tempo! Depois, podemos transformá-las em preto e branco, e ajustar o tamanho em nossa imagem, assim como trabalhar com a transparência dessas camadas.

Um procedimento muito importante nesse tipo de representação é a utilização de sombras, para destacar o volume no corte. Podemos trabalhar com uma camada específica contendo as sombras, usando um brush (pincel) bem suave para destacar as áreas onde a luz não chega. Outra opção é explorar os filtros do Photoshop, em especial, o filtro de renderização lighting effects, onde é possível inserir pontos de luz, e definir aberturas, luz ambiente, etc.

Podemos completar a imagem com elementos desenhado diretamente no Photoshop (como a luminária) e trabalhar também com gradientes para que a composição não fique muito monocromática. No final, produziremos a imagem final em JPG que pode ser enviada ao cliente ou apresentada em trabalhos de faculdade.







Marcio Nisenbaum

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ e mestre pela Dessau Institute of Architecture (Alemanha), colaborador do escritótio PluralPS, tenho mais de 7 anos de experiência como professor universitário nos cursos de Arquitetura, Interiores e Design, e muita paixão por computação gráfica.