Renderizando no 3ds Max Passo a passo para a utilização do 3ds Max para renderizar uma cena

Nessa habilidade vamos aprender a renderizar um modelo feito no Sketchup usando o software 3ds Max. Vamos usar como exemplo um modelo da Villa Savoye, obtido no 3D Warehouse. O programa 3ds Max é um dos softwares de modelagem e renderização mais antigos do mercado, e é muito utilizado em produções para o Cinema, Games e também ArchViz.

Como a modelagem no 3ds Max é um pouco complicada, muita pessoas usam o programa apenas para a finalização e render. Existem uma série de renderizadores que rodam no Max e nesses vídeos mostraremos como usar o renderizador Arnold, que é nativo do programa e assim não será necessário instalar nenhum plug-in pago.

O renderizador Arnold permite que a gente trabalhe com com Image Based Lighting, que é uma técnica de iluminação baseada em uma imagem esférica HDR. Imagens esféricas são imagens que podem ser mapeadas em volta do cenário 3d, e HDR é um formato de imagem que armazena grande quantidade de informação de cor (produzido a partir de uma combinação de fotos com diferentes exposições). Usando esse tipo de imagem, uma fotografia se torna a responsável pela iluminação da cena, gerando tanto a luz do sol, quanto a luz dominante do céu, que preenche as sombras.

Começamos a habilidade mostrando o processo de importação de modelos do Sketchup no 3ds Max e o ajuste da câmera, para depois mostrar o processo de inserção da imagem esférica HDR no Environment. A combinação da "força" da imagem HDR com o controle de exposição da câmera do 3ds Max vai gerar a iluminação foto realista.

Algumas configurações do renderizador Arnold são abordadas, como o uso do ActiveShade. que permite uma renderização interativa - onde podemos ter uma boa prévia da imagem final no momento que editamos a cena - assim como o ajuste básico da setagem para o render final.

Um ponto importante dessa habilidade é que ela evidencia como que o processo de composição é importante para se chegar a um resultado interessante. Dessa forma, não adianta apenas inserir a imagem HDR, é necessário escolher com calma seu mapeamento na cena, verificar se é suficiente para gerar a iluminação, editar sua intensidade, controlar a exposição da câmera, trabalhar com elementos de fechamento (árvores, plantas, muros, etc.) e elementos em primeiro plano, etc. para se produzir uma imagem atraente.


Ficou Alguma Dúvida?
Acesse nosso grupo de estudos e fale com o instrutor.





Instrutor
Marcio Nisenbaum

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ e mestre pela Dessau Institute of Architecture (Alemanha), colaborador do escritótio PluralPS, tenho mais de 7 anos de experiência como professor universitário nos cursos de Arquitetura, Interiores e Design, e muita paixão por computação gráfica.