Renderizando com o Vray Next Passo passo para uma introdução à arte de renderizar utilizando a última versão do Vray

Nessa habilidade teremos nosso primeiro contato com o renderizador V-ray Next, ou V-ray 4.0. O v-ray é um renderizador que já está no mercado há muitos anos, e funciona em diversos programas além do Sketchup, como o 3ds Max, Revit, Maya, entre outros.

A função de um renderizador é fazer cálculos complexos, envolvendo iluminação, materiais, etc. O renderizador torna possível produzir imagens foto realistas a partir dos modelos simplificados que vemos na interface do programa que estamos usando.

Quando trabalhamos com o V-ray Next no Sketchup, podemos manipular uma série de parâmetros até chegar no resultado que precisamos. Em primeiro lugar podemos trabalhar a iluminação. Nesse caso, podemos aproveitar o próprio sistema solar já encontrado no Sketchup. Assim, ao definirmos o horário e data na aba “Shadows”, o Vray vai respeitar a direção do sol a fazer o cálculo a partir dessa informação. Um cálculo extremamente importante que é feito pelo renderizador é o da iluminação indireta, que faz com que os raios luminosos percorram a cena, criando as área de sombra e “color bleed”. Quando trabalhamos a iluminação de uma cena, é útil usarmos a opção “material override”, que permite substituir temporariamente os materiais da cena por um material neutro, e podemos avaliar melhor a iluminação, assim como tornar os testes mais rápidos.

Em conjunto com a iluminação podemos definir uma valor de exposição. A exposição controla a quantidade de luz que a câmera capta, assim como uma câmera real. Dessa forma, mesmo se a cena estiver bem iluminada, ela poderá ficar escuro caso a câmera esteja setada com um valor de exposição inadequado.

Em relação aos materiais, o V-ray transforma os materiais existentes da cena em materiais Vray, com a possibilidade de se trabalhar reflexão, profundidade, opacidade, etc. Podemos ainda aproveitar os materiais prontos que o próprio V-ray disponibiliza, de modo a tornar nossa cena cada vez mais sofisticada.

Por fim, devemos configurar os parâmetros de renderização. Existem uma série de opções e nesse vídeos falamos ainda de forma superficial sobre alguns conceitos básicos, como o tamanho da imagem, a qualidade, a opção “irradiance map”, entre outros.



Esta habilidade possui recursos extras!
Faça o login para baixar
Não se preocupe, nunca postaremos nada em seu nome.



Ficou Alguma Dúvida?
Acesse nosso grupo de estudos e fale com o instrutor.





Instrutor
Marcio Nisenbaum

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ e mestre pela Dessau Institute of Architecture (Alemanha), colaborador do escritótio PluralPS, tenho mais de 7 anos de experiência como professor universitário nos cursos de Arquitetura, Interiores e Design, e muita paixão por computação gráfica.